Ao longo dos três dias do evento, 205 participantes de 45 nacionalidades em representação de 116 empresas do setor (grupos hoteleiros e fornecedores de soluções tecnológicas para o mercado hospitality) discutiram os grandes temas das TIC e conhecimento sobre o ‘State of the Art’ da inovação tenológica que irá permitir transformar as empresas hoteleiras no século XXI.

As redes de nova geração 5G, desenvolvidas pela Altice e que vão potenciar o desenvolvimento de novos serviços no setor da hotelaria, estiveram em foco nesta conferência internacional.

Francisco Fontes, da Altice Labs, participou no painel subordinado ao tema “5G Tidal Wave: Are you Ready?” onde focou o impacto da tecnologia móvel 5G e qual a sua contribuição para que as empresas do setor hoteleiro transformem e alarguem a sua oferta de serviços, com suporte em tecnologias mais avançadas.

Francisco Fontes apresentou as principais características diferenciadoras da tecnologia 5G, identificou os principais desafios que se deparam ao setor hoteleiro e apontou de que forma a tecnologia 5G vai possibilitar o desenvolvimento de serviços e de soluções inovadoras e de grande potencial para o setor.

A tecnologia 5G permitirá comunicações muito mais rápidas, fiáveis e com menor consumo energético, menor latência e maior fiabilidade. Além dessa evolução do ponto de vista de desempenho, o 5G distingue-se pela aplicação de novos conceitos na sua arquitetura, conducentes a uma maior flexibilidade e agilidade, permitindo suportar um grande número de serviços, suportados numa cloud distribuída, de forma a proporcionar, por exemplo, comunicações multimédia mais ricas, integrando realidade aumentada e virtual.

Nesse contexto, refere Francisco Fontes, “a expectativa para a aplicação das redes 5G ao setor da hotelaria é enorme, possibilitando uma grande evolução ao nível dos serviços oferecidos aos clientes. Tratando-se de uma tecnologia que se pretende universal e ubíqua, permitirá estabelecer novas formas de comunicação e cadeias de valor entre todos os intervenientes, onde se incluem pessoas e coisas, permitindo a evolução para o conceito de ‘Smart Hotel’ permanentemente ligado aos seus clientes, fornecedores e parceiros.”