Com um programa constituído por fóruns, debates e conferências, numa ótica de partilha de conhecimento e experiências, estiveram em foco temáticas relativas à Inovação de Sistemas de Informação, Interoperabilidade, e-Procurement, e-Commerce, Telesaúde, Segurança e Proteção de Dados, Big Data, Apps e Mobilidade, entre outras.

João Zúquete, CCO da PT, participou no painel Inovação, Comunicação e Saúde, destacando a forma como a PT acompanha e responde aos desafios tecnológicos do setor da saúde.

"Temos um conjunto de soluções desenvolvidas na Altice Labs que já hoje em dia são utilizadas por um conjunto significativo de pessoas", esclareceu João Zúquete, "e desenvolvemos um trabalho contínuo, nomeadamente com diversas startups, na área da desmaterialização de meios de diagnóstico sempre com vista a melhorar a qualidade da experiência dos utentes dos serviços de saúde."

A PT Empresas marcou também presença na área de exposições do evento com a demonstração de duas das suas soluções para este setor: Medigraf e SmartAL.

Célia Gonçalves, da área de pré-venda, referiu que "o saldo da presença da PT no eHealth Summit é muito positivo. As nossas soluções em demonstração - Medigraf e SmartAL - marcaram pela diferença face às restantes presenças, tendo recebido um feedback muito favorável do público do evento, tanto da área médica como da tecnológica."

A solução SmartAL (Smart Assisted Living) procura dar resposta aos novos desafios de apoio social e de saúde, possibilitando realizar remotamente e em tempo real, a telemonitorização de sinais vitais e o suporte a atividades diárias relacionadas com a saúde, o bem-estar, e a segurança.

A solução Medigraf pretende promover e agilizar a capacidade de diagnóstico e de atuação médica, através do acesso remoto, centralizado e partilhado à informação clínica, pelos profissionais de saúde. A solução facilita a comunicação e a colaboração médica entre profissionais de saúde, ao permitir aceder em segurança à informação clínica, a partir de qualquer dispositivo e lugar.