Alexandre Fonseca, Chief Technology Officer da Altice/PT, foi um dos oradores convidados e sublinhou a necessidade de as organizações criarem uma cultura interna de transformação.

Face às significativas mudanças tecnológicas a que assistimos nos últimos anos, a IDC prevê um ritmo de mudança ainda maior entre 2017 e 2020, à medida que cresce a “Economia DX”. Para que esta nova economia digital seja bem-sucedida, é preciso entender as novas regras, os novos papéis dos líderes tecnológicos e o novo posicionamento dos fornecedores de tecnologia.

Ascensão da economia digital em debate no IDC Directions

As competências são fundamentais para liderar esta nova economia digital. A inovação/tecnologia e a requalificação de competências têm de andar de mãos dadas. E isso aplica-se às organizações. Alexandre Fonseca, Chief Technology Officer da Altice/PT, focou a importância da incorporação de novo know-how, novas competências e novos talentos nas empresas. “Sabemos que, dentro de 20 anos, grande parte daquilo que são as atividades tecnólogas que realizamos hoje nas nossas organizações não vão existir.”

“As comunicações são um bom exemplo de um setor no qual ainda se mantém uma abordagem technology deliver. A evolução dos próximos anos implica uma alteração profunda, que já não é driven by technology. É preciso fazer as coisas de forma diferente. E uma característica fundamental das áreas tecnológicas é a capacidade de questionar o status quo instalado.” refere Alexandre Fonseca.

Um outro tema que marca a atual transformação digital são os dados (data) e a importância da sua análise.”Temos de ser capazes de perceber que há novos paradigmas para analisar dados e saber endereçar essa análise de dados em tempo real, de forma a não existir uma solução ‘one size fits all’ para os clientes, mas sim soluções personalizadas.”

Nesta 20.ª edição do IDC Directions, a Altice/PT marcou também presença no espaço de exposição com várias soluções. Neste espaço, os visitantes puderam conhecer as soluções de Internet of Things (IoT) e as soluções de Cloud e Data Center da PT Empresas, que potenciam a transformação digital e que permitem às empresas inovar e evoluir os seus serviços com maior agilidade, eficiência e rentabilização de custos.

Ascensão da economia digital em debate no IDC Directions

A solução IoT de Conectividade Gerida, as soluções de Gestão Agrícola, de Gestão de Espaços Verdes e de Telemetria de Água, que permitem otimizar a eficiência energética, assim como as soluções de localização - Gestão de Frotas, Localização de Ativos, Localização e Segurança de Pessoas - e o serviço IoT Place, estiveram em demonstração no stand, tendo suscitado grande interesse entre os visitantes que puderam ver de perto os seus benefícios - eficiência operacional, rentabilidade, universalidade ao nível dos equipamentos, maior segurança, melhor qualidade de serviço, total disponibilidade e simplicidade.´

Em destaque estiveram também as soluções de Cloud e Data Center, em particular as ofertas de Cloud Backup e Disaster Recovery que foram já lançadas em 2017. Através de demonstrações em tempo real foi possível partilhar com os visitantes as mais-valias que estas soluções trazem às organizações, em especial no que diz respeito à proteção e recuperação dos dispositivos e respetivos dados, continuidade de negócio em cenários de desastre, agilidade e eficiência de custos na resposta às necessidades do negócio de cada organização.

Ascensão da economia digital em debate no IDC Directions

Neste espaço de exposição, que demonstrou o potencial da rede de fibra e da inovação Altice/PT, esteve também em demonstração a aplicação MEO Go VR que proporciona uma experiência única e imersiva, com conteúdos 360º e televisão em direto.

Ascensão da economia digital em debate no IDC Directions

Tendências do setor de Utilities e Energia

Após as conferências da manhã, seguiu-se um almoço executivo com a presença de um grupo alargado de clientes PT Empresas, durante o qual se abordou o tema das novas tecnologias no setor de Utilities e Energia. Roberta Bigliani, vice-presidente, EMEA IDC Energy Insights, e Inês Ferreira, da Direção de Produto e Pré-venda/M2M e IoT da PT Empresas, aproveitaram o momento para dar a conhecer as tendências de evolução deste setor e a forma como as empresas utilizam, de forma crescente, soluções IoT, em diversas áreas de atividade, para poderem inovar e oferecer maior qualidade e diferenciação nos serviços prestados, com uma gestão mais simples e eficiente.

Inês Ferreira destacou os fatores críticos para a plena integração das soluções IoT com o negócio core, e apresentou o portefólio de soluções IoT, referindo que a PT Empresas pretende contribuir para o crescimento das empresas e da economia nacional, através da aceleração de startups e smart cities. Foram exemplificados casos de sucesso de soluções IoT aplicadas a diferentes atividades do setor - na gestão de eletricidade, na gestão da água, gestão de resíduos - e destacados os benefícios para os fornecedores de serviço e para os utilizadores finais. Foi também apresentado o Cartão Rede Total, a nova solução de conectividade gerida para cartões SIM, que permite máxima cobertura móvel em território nacional, com um set up simples e rápido.